Temas do Conbrascom 2012

Após a definição da programação oficial do Congresso Brasileiro dos Assessores de Comunicação da Justiça estão decididos também os quatro painéis […]

Após a definição da programação oficial do Congresso Brasileiro dos Assessores de Comunicação da Justiça estão decididos também os quatro painéis da edição 2012. No Painel I, com o tema “Justiça, Comunicação e Imprensa – A Pauta de Notícias”, o CONBRASCOM 2012 vai debater a relação, nem sempre harmônica, entre redação e os agentes da Justiça. É possível dizer que a imprensa influencia as decisões judiciais? As questões de Justiça são tratadas devidamente e de forma clara pela Imprensa?

Com coordenação do juiz Leonardo Resende Martins, diretor do Foro da Justiça Federal no Ceará, essas e outras questões vão ser explanadas pelos convidados Adísia Sá, jornalista e professora emérita da Universidade Federal do Ceará, o presidente da OAB Nacional, Ophir Cavalcante, o jornalista Márcio Chaer, editor do Consultor Jurídico; e o professor João Emanuel Evangelista, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

No painel II, com o tema “Justiça, Comunicação, Transparência e Acessibilidade”, o CONBRASCOM 2012 vai apresentar análise e debate em torno da Lei de Acessibilidade e a forma como as instituições tem disponibilizado as informações aos meios de comunicação e à população em geral. Estão convidados como palestrantes, sob a coordenação da juíza Christianne Diógenes, presidente da Associação de Magistrados do Trabalho da 7ª Região, o jornalista Flávio Paiva, do Jornal Diário do Nordeste, o procurador da República Cláudio Chequer, o secretário de Finanças do Município de Fortaleza, Alexandre Cialdini, e o presidente da Associação de Tribunais de Contas, Antonio Joaquim Moraes Rodrigues Neto.

No terceiro painel, o CONBRASCOM 2012 vai abordar o tema “Justiça, Comunicação e Ética no Serviço Público”. O objetivo é construir um debate em torno da aplicação das ferramentas de comunicação no campo da Justiça em sua obediência ao compromisso ético no exercício profissional e sua correlação com as exigências de um serviço público aplicado aos interesses coletivos. Coordenado pela secretária de Justiça do Estado do Ceará, Mariana Lôbo, o painel vai possibilitar essa reflexão a partir das exposições do advogado Djalma Pinto, do professor Francisco José Karam, da Universidade Federal de Santa Catarina, do promotor de Justiça Vidal Serrano, do Ministério Público do Estado de São Paulo, da defensora pública Michele Camelo, da Defensoria Pública do Ceará, e o juiz de Direito Marcelo Roseno, da Associação dos Magistrados do Ceará.

No painel IV, o CONBRASCOM vai abordar o tema “Justiça, Comunicação e a Lei de Eficiência”, procurando estabelecer o debate e a reflexão sobre como as ferramentas de comunicação possibilitaram a eficiência na prestação de serviços, sintonizando as instituições com o princípio constitucional no que se refere à administração pública. Neste painel, a proposta de uma visão plural e transversal do tema virá com a exposição de agentes públicos que estabeleceram um novo paradigma na aplicação e uso dessas ferramentas. Com coordenação do desembargador federal José Antonio Parente da Silva, diretor da Escola Judicial do TRT do Ceará, o painel terá como palestrantes a conselheira Cláudia Chagas, do Conselho Nacional Ministério Público, a assessora de Comunicação do Ministério da Justiça, Vanice Cioccari, o jornalista Fernando Cesar Mesquita, coordenador de Comunicação Social do Senado Federal, o presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), Celso Schröder, e o presidente nacional da Central Única das Favelas (CUFA), Preto Zezé.