Conbrascom 2017 promoveu três oficinas na tarde desta quinta

Luciano Larossa

Luciano Larossa

 

O XIII Congresso Brasileiro de Assessores de Comunicação da Justiça (Conbrascom 2017) promoveu, na tarde desta quinta-feira (29), três oficinas com os temas: “Storytelling e Memória Organizacional”, “Design Thinking” e “Como obter melhores resultados no Facebook”. O evento vem sendo realizado na Escola Superior da Magistratura de Alagoas (Esmal), no bairro do Farol, em Maceió.

VEJA AS FOTOS do segundo dia do Conbrascom 2017!)

O instrutor de uma das oficinas, Rodigo Cogo, gerente de Desenvolvimento Associativo da Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje), explicou sobre o conteúdo de storytelling, que é uma forma narrativa de repassar um conteúdo.

“Pode-se usar uma história em quadrinho, um release, um evento, um discurso, ou uma página na web, e tudo isso são formas de colocar conteúdo em contato com o público. A maneira certa de contar uma história ou uma mensagem faz com que ela atraia atenção, e a pessoa memoriza mais porque prestou atenção, e replica o conteúdo”, contou.

Rodrigo Cogo

Rodrigo Cogo

 

Já o Design Thinking, que é um método utilizado para abordar problemas relacionados a futuras aquisições de informações e propor soluções, foi tema da oficina ministrada por João Moreira, professor de MBA de Gestão da Inovação e facilitador do Curso de Design Thinking Experience.

Segundo o instrutor João Moreira, o método pode ser bastante útil para os comunicadores da área judiciária. “Quando uma equipe discute e resolve desafios, transformando problemas para mostrar para o público, ela está utilizando esse método, que tem como público alvo qualquer pessoa”, explica.

João Moreira

João Moreira

 

Na terceira oficina, o especialista em Facebook Marketing e autor do ebook e curso “Facebook para Negócios”, Luciano Larossa (foto), explicou sobre a complexidade da rede social e ensinou como as pessoas podem obter melhores resultados com as publicações.

“É muito diferente ter o Facebook no celular, ou no computador, e saber usar essa rede social efetivamente, para que o nosso conteúdo chegue às pessoas e para que a gente consiga interação. Os jornalista precisam saber o que acontece por trás de todo o processo dessa rede social para que quando forem produzir conteúdo, tenham ideia do que está acontecendo”, disse Luciano Larossa.

O evento, com mais de 200 congressistas, começou nesta quarta (28) e continua até a sexta (30), com o tema “Gestão da Comunicação: da rotina operacional à dimensão estratégica”.

(Karina Dantas – Dicom TJ/AL . Fotos: Itawi Albuquerque)