Conbrascom 2022: programação robusta para debater Comunicação e Democracia
Segunda, 20 de Junho de 2022

Conbrascom 2022: programação robusta para debater Comunicação e Democracia

A Defensoria Pública será pela primeira vez sede do Congresso Brasileiro dos Assessores de Comunicação do Sistema de Justiça. Nos dias 03, 04 e 05 de agosto, o Rio de Janeiro sedia a maratona que envolve mais de 200 profissionais de todas as partes do país. Nesta edição, o tema central trata é “Comunicação e Democracia”, debate na ordem do dia no País. A realização é do Fórum Nacional de Comunicação e Justiça (FNCJ), com o apoio da Defensoria Pública do Rio de Janeiro.

A palestra de abertura já está confirmada. A jornalista Eliane Brum discorre sobre o tema central do evento, no dia 03. A repórter mais premiada da história do Brasil, Eliane Brum recebeu em 2021 o prêmio Maria Moors Cabot, da Columbia University, pelo conjunto de sua obra. Ela é colunista do espanhol El País e colaboradora de jornais e revistas da Europa e dos Estados Unidos. Seus livros mais recentes são "Brasil Construtor de Ruínas, um olhar sobre o país, de Lula a Bolsonaro" (Arquipélago, 2019) e “Banzeiro òkòtó, uma viagem à Amazônia Centro do Mundo” (Companhia das Letras, 2021). Além de jornalista e escritora, ela é documentarista estando à frente de “Uma história Severina” (co-direção); “Gretchen Filme Estrada” (co-direção); “Laerte-se” (co-direção) e “Eu+1” (direção). Por conta de seu intenso envolvimento com o Brasil, vive em Altamira, na Amazônia, pautando as urgentes questões ambientais de repercussão mundial.

No pré-evento, dia 03, pela manhã, a Defensoria do Estado do Rio de Janeiro (DPRJ), anfitriã da ação, recebe os participantes para uma imersão no projeto Circuito Favela por Direitos, projeto da Ouvidoria Externa da DPRJ que, desde 2018, percorre as favelas cariocas, fazendo escuta das comunidades. “É um dos projetos mais revolucionários que eu já vi nesses meus 20 anos de Defensoria, onde conseguimos levar muitos defensores públicos para essa vivência nos territórios, promovendo uma formação de experiência na prática. Mas a troca ela tem dois lados, passamos a conhecer as comunidades e elas, seus direitos”, explica defensor público-geral, Rodrigo Pacheco.

As vagas para o Circuito serão limitadas, e é importante estar atento ao site do FNCJ para inscrição.

“O Circuito segue os princípios constitucionais, mas o que torna o projeto singular é essa escuta ativa em um país onde os direitos são privilégios de poucos. Trabalhamos de forma coletiva, integrada com a sociedade civil, baseando-se no princípio da dignidade. Durante o Conbrascom, queremos mostrar isso aos assessores de comunicação do sistema de justiça e falar da importância de fazer uma comunicação que traduza as necessidades das comunidades, sobretudo as mais vulnerabilizadas”, destaca Débora Diniz, diretora de comunicação da DPRJ.

A programação robusta contará ainda com duas oficinas, que permitirão aos participantes imersões em novas linguagens, além de painéis e debates de temas relevantes como interesse público e midiativismo. "Esta é a primeira vez que a Defensoria Pública sedia este evento e estamos a todo vapor para receber bem os colegas assessores de todo o País", complementa Diniz.

Além da programação especial o Conbrascom celebra os 20 anos do maior prêmio do setor. Este ano, 301 trabalhos estão inscritos para o Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça (PNCJ), um recorde de concorrentes. "Chegamos a vigésima edição do Prêmio com este presente que é o engajamento de diversos órgãos e instituições, batendo o recorde no número de participantes de todas as edições do PNCJ. Isso, claro, aumenta nossa responsabilidade, mas, principalmente, nos traz orgulho por essa trajetória. Trilhamos um caminho largo para chegar até aqui. Hoje somos a maior premiação em comunicação do sistema de justiça e isso é fruto da contribuição de valorosos colegas”, explica o presidente do FNCJ, Luciano Augusto, diretor de comunicação do TJGO.

 
Compartilhe esta notícia:
Conbrascom 2022: programação robusta para debater Comunicação e Democracia

Deixe um comentário

Faça login para poder comentar.

Pesquisa de Conteúdo

Cadastre-se e fique sempre atualizado

FNCJ | Fórum Nacional de Comunicação e Justiça
CNPJ: 05.569.714/0001-39
Telefone: (51) 4141-8082

FNCJ nas Redes